HISTÓRIA .

ACOMODAÇÕES .

ORIENTAÇÕES .

SERVIÇOS

. ATRATIVOS

OS LUGARES E OS ATRATIVOS

AQUI BEM PERTINHO TEM:

No Refúgio Peixe Tolo, logo alí em baixo no rio Peixe Tolo:

Banho na lapa do rio (a 5 minutos do Refúgio)

Banheira da Rainha (a 5 minutos do Refúgio)

 

ANDANDO MAIS UM POUCO TEM:

No CÂNION DO PEIXE TOLO (o pessoal do local chama de Bocaina, ou Bucaina): caminhada muito tranquila até o Poço Geriátrico, ou Pediátrico. A Cachoeira do Peixe Tolo (ou da Bocaina) fica mais acima dos poços. Caminhada no leito do rio, entre pedras. Cuidado com os locais escorregadios, ok? Uma caminhada tranquila, em curva de nível.

Mais ou menos 1 hora do Refúgio peixe Tolo até o Canion.

COORDENADAS GEOGRÁFICAS: WGS84 – 23K 645342,001 / 7898347,005


“O Cânion Peixe Tolo é um dos principais atributos naturais do Parque Estadual Serra do Intendente, com aproximadamente 2,5 km de extensão, paredes que alcançam quase 300 metros de altura, rio de cor caramelada e cachoeiras entre as maiores de toda a região. O lugar é menos visitado que outros atrativos com acesso mais fácil e rápido, mas já recebe visitantes regularmente, principalmente em fins de semana e feriados. A visão externa impressiona e, a medida que se adentra a ele, outras características chamam também a atenção, incluindo detalhes da vegetação e das rochas, em meio a tal grandiosidade. Ao mesmo tempo que é grande, é também muito frágil.

Caminhada, contemplação da paisagem, banho, escalada e canionismo. Existem dois percursos de canionismo esportivo no interior do Cânion Peixe Tolo. O primeiro passa pela Cachoeira da Bocaina, possui 1,3 km de extensão e 340 metros de desnível. O segundo entra no cânion a partir do vértice alcançando 2,2 km de extensão e 380 metros de desnível. A prática da escalada esportiva acontece no interior do cânion de maneira ainda pontual. Foi identificada apenas uma via, chamada Platô Tibetano, com 260 metros de extensão, localizada na parede sul do cânion (a direita no sentido que desce o rio).

Uma das maiores cachoeiras encontradas no interior do PESI, a Cachoeira da Bocaina possui aproximadamente 235 metros de altura. Localizada na parede norte do Cânion do Peixe Tolo é um dos atrativos de maior relevância da UC. O poço formado pela queda d’água está entre os maiores da região e pode ser
acessado pelo interior do cânion através de caminhada que tem início na região de Paraunina ou utilizando-se técnicas verticais a partir do vértice do
cânion ou na descida da própria cachoeira. O acesso pelo leito do rio exige atenção para a gestão de riscos, tanto no trecho de trilha que margeia o curso d’água, quanto no caminhamento sobre as rochas. É um local frequentemente úmido, o que torna o acesso mais perigoso.

O local não conta com infraestrutura e serviços de apoio à visitação. Ao longo da trilha não existe estrutura de sanitários, pontos de descanso ou edificação que possa ser usada como abrigo. O acesso pode ser dividido em três etapas. A primeira etapa é feita por trilha sobre terreno firme (ainda que arenoso), já consolidada, com piso e corredor que atendem as características de uso do acesso. A segunda etapa acompanha o leito do rio, em curva e nível, a poucos metros da margem, por trilha marcada, mas que exige manejo (mesmo que venha a se considerada uma trilha primitiva) para evitar danos ambientais e acidentes envolvendo os visitantes. A terceira etapa, pelo rio, exige alguma disposição e muita atenção por parte do visitante para evitar escorregões e quedas. Como não existe um percurso definido pelas rochas, cada pessoa passa pelo local que acha mais fácil.

Caminhada, contemplação da paisagem, banho e canionismo. A prática esportiva do canionismo acontece no percurso de 1,3 km de extensão, perfazendo 340 metros de desnível.”